O sono e a saúde

• Por cpadmin

Você sabia que 8 em cada 10 paulistanos tem dificuldades para dormir? Seja em casos mais simples ou nos crônicos, esse é um dos males que mais interfere no dia a dia das pessoas. Afinal, o sono acumulado gera problemas de atenção, concentração e disposição, tanto na vida profissional como na pessoal.

Segundo a UNIFESP, as mulheres representam 60% dos casos, pois o distúrbio se agrava na menopausa devido às variações hormonais. Mas o problema não é exclusivo dos adultos: crianças e adolescentes que dormem pouco podem apresentar déficit de crescimento, hiperatividade e baixo rendimento escolar.

É comum associarmos insônia ao estresse e às horas perdidas no trânsito. Mas a tecnologia é o novo aliado desse mal: as luzes e sons emitidos por celulares e tablets inibem a produção dos hormônios que induzem ao sono. Prova disso são os 16% a mais de casos nos últimos 10 anos, período em que o uso desses gadgets disparou.

Portanto, desligue esses aparelhos antes de dormir. E lembre: poucos minutos de meditação também podem fazer verdadeiros milagres.

Categorias

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *