Mitos e verdades sobre amamentação

• Por cpadmin

amamentacao_03

1 – A amamentação diminui o risco de ter câncer de mama. Verdade.

De acordo com uma pesquisa realizada pela associação norte-americana Kaiser Permanente, mulheres que amamentam seus bebês têm um risco menor de ter câncer de mama, além de apresentar 30% de chance a menos de ter recidivas deste tipo de tumor. O estudo mostrou ainda que a amamentação também reduz em 28% o risco de óbito em decorrência da doença.

 

2 – Quem usa próteses de silicone não consegue amamentar. Mito.

A prótese fica localizada abaixo do tecido mamário, área responsável por produzir o leite materno, portanto não interfere na capacidade de amamentar. Entretanto, se a prótese for muito grande, pode causar atrofia do tecido mamário, prejudicando a produção de leite.

amamentacao_073 – Banhos de sol são importantes para evitar rachaduras nos seios. Verdade.

O calor da luz deixa o bico do seio mais resistente, o que ajuda a prevenir as rachaduras. O ideal é tomar de 15 a 20 minutos de sol antes do parto. Depois, se possível, é importante continuar com esse ritual, sempre antes das 10h ou depois das 16h, sem usar protetor solar.

 

4 – A mulher que amamenta precisa tomar mais água e se consumir um número maior de calorias. Verdade.

Quanto mais líquidos, melhor! Chás, sucos naturais e água devem fazer parte da dieta da mãe que amamenta. A indicação é beber 3,8 l de água por dia, ou seja, quase o dobro da recomendação para a população em geral. Já em relação à alimentação, a recomendação é consumir 500 calorias a mais nos primeiros seis meses da amamentação, dando preferência a uma alimentação mais saudável.

5 – O leite de algumas mães é fraco e não é suficiente para alimentar o bebê. Mito.

Isso não existe. O leite materno é o alimento mais completo que existe para o bebê, nenhuma fórmula ou alimento pode substituir. Muitas vezes, o que acontece é que o bebê pode estar recebendo menos leite do que deveria, ou seja, a produção do leite pode estar baixa, mas isso pode ser facilmente resolvido.

amamentacao_156 – O que a mãe come pode causar cólicas no bebê. Depende!

Ainda não existe comprovação científica sobre a influência da alimentação materna nas cólicas dos bebês que são amamentados. Porém, a observação dos médicos, ao longo dos anos, mostra que há relação sim entre a alimentação da mãe e as cólicas dos bebês. As mães que amamentam devem ter muito cuidado com a alimentação e evitar alimentos condimentados e que formam gases, como brócolis, couve-flor, repolho, feijão, chocolate e laticínios.

 

 

A dica é investir em uma alimentação rica em frutas, verduras e legumes, beber muita água, sucos naturais e água de coco, proteínas magras, como peixe, frango ou cortes de carne vermelha magra.

 

care-plus-logo

Categorias

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *